COMENTÁRIOS ANÔNIMOS

Em função do grande número de spam e mensagens ofensivas,
comentários anônimos infelizmente não são mais permitidos neste blog.

A respeito das críticas quanto à credibilidade das informações em nossos
artigos, vale notar que todos possuem referências bibliográficas.
Nosso principal objetivo é abordar assuntos que carecem de fontes seguras
na internet e ajudar na pesquisa de quem busca por eles.

Principais Dúvidas sobre a Cultura Gótica



Anne Nurmi e Tilo Wolff


• Como surgiram os góticos?

O dito movimento gótico surgiu com a decadência do punk ao fim dos anos de 1970. A agressividade, marca maior das críticas contra a sociedade, e a evidente ausência de conteúdo já não eram capazes de satisfazer a própria geração que as alimentava, de modo que iniciou-se uma nova era de cultismo e introspecção.
O gótico é, portanto, sucessor do período pós-punk que ganhou impulso através do fascínio por uma cultura medieval ultra-romântica retratada pela literatura do século XIX e que, na verdade, jamais existiu.

• Estilo ou cultura?

A grande diferença entre o gótico e as outras tribos urbanas está na existência de uma ideologia. Ao contrário da maioria dos movimentos sócio-culturais, o gótico atrai - e mantém - seguidores de todas as idades, desde adolescentes de 15 a adultos de 35 anos.
A cultura gótica, em suma, é de um conceito que reúne extremos como amor e sofrimento, prazer e dor, sexo e morte; acredita que a Morte (com letra maiúscula) espera-nos de braços abertos ao longo de toda a nossa vida e preza o individualismo em uma sociedade cada mais mais fria e comercial.

• Por que os góticos se vestem de preto?

Preto: que é de cor escura; negro.
Que causa sombra; que traz escuridão.

Psicologicamente associada pelo inconsciente humano aos sentimentos de dor e tristeza, a cor preta confere um aspecto de mistério e pesar. Por sua grande facilidade em transmitir dramaticidade e negativismo, é a principal base da estética gótica.

• Qual a importância da maquiagem gótica?



A maquiagem, excessivamente pesada e teatral, é parte da caracterização cênica e ajuda a exprimir o sentimentalismo através de uma aparência mórbida, mutilada e muitas vezes doentia.
Ao contrário do que se possa imaginar, emprega - principalmente aos olhos - fortes graduações de vermelho, roxo e rosa (embora de, assim como acontece com as roupas, basearem-se sempre no preto).

• Por que góticos frequentam cemitérios?


Atraídos pela atmosfera austera e lúgubre dos cemitérios, muitos góticos - mas não todos - encontram entre as sepulturas a personificação de seu próprio mundo interior e sentem-se mais próximos e conscientes do frágil limite entre a vida e a morte.
Costumam apreciar a arte funerária e, tanto individualmente quanto em grupos, refugiam-se entre os mortos das agitações que os perturbam para encontrar tranquilidade e inspiração, ler ou ouvir música.

Quanto a frequentá-los durante a noite, que fique claro que isso nada tem a ver com atos de vandalismo que são muito comumente atribuídos aos góticos - mas sim com o fato de que, envolvidos pela escuridão da noite, os cemitérios tornam-se vazios e prazerosamente ermos.

• Por que os góticos preferem a noite?

Além de preteriem a exposição ao sol (uma vez que muitos procuram manter a pele alva e pálida), os góticos sentem-se mais atraídos pela aura fúnebre da noite. Inclusive, é quando vêem-se envolvidos pela sua escuridão que sentem-se um pouco mais imunes aos olhares e julgamentos que enfrentam nas ruas durante o dia.

• Existe alguma religião ou crença diretamente relacionada aos góticos?

Crenças milenares - como o Cristianismo e o Paganismo, por exemplo - costumam ser muito discutidas pelos góticos, mas nenhuma religião, seja ela de qualquer espécie, caracteriza a sua cultura.
Embora existam muitos seguidores da antiga Wicca e de outras vertentes pagãs que antecederam o período medieval, a grande maioria é constituída por agnósticos e, principalmente, ateus. Em extremo oposto ao que se costuma dizer, satanistas são muito raros.

• Góticos são mesmo tão sombrios e frios quanto aparentam?

Os góticos tendem a um humor irônico e até mesmo hipérbole ou indiferente, mas, naturalmente, cada um continua a ter sua própria personalidade. São comumente nostálgicos e introspectivos, mas não necessariamente frios.

• Para ser gótico, é preciso ser depressivo?


É importante ressaltar que, antes de pertencerem a qualquer tipo de grupo, todos são seres humanos que sofrem alterações de humor, sentem fome, frio e envelhecem ao longo dos anos. A depressão é um distúrbio psicológico que não deve ser confundido com os sentimentos de tristeza ou melancolia e muito menos com a cultura gótica.
Um gótico, independentemente do quão tétrica possa ser a sua aparência, pode perfeitamente ser o máximo expoente da alegria. Vê-lo sorrir, relacionar-se com outras pessoas que não chegam nem perto de ser góticas ou vestir-se com roupas que não pretas ou brancas não deve ser encarado como algo sobrenatural.

• É possível ser gótico mesmo sem vestir-se a caráter ou gostando apenas de rock?

Certamente que sim. Vestir-se a caráter é apenas uma maneira de exteriorizar idéias e opiniões. Existem góticos - embora sejam poucos - que não se vestem como tais, e estes são, em geral, góticos mais velhos que precisaram adequar-se ao trabalho ou que não sentem necessidade de desenvolver a caracterização cênica em situações normais do dia a dia.
E, quanto à música, o mesmo se aplica: o gótico não é apenas um gênero musical, mas também literário, artístico e social. Além do mais, não existem regras que definem o que é ou não permitido e correto; entretanto, acredita-se que o desejo de identificar-se como gótico seja uma consequência da empatia pelas várias - se não por todas - áreas da cultura.

• Existe muito preconceito em relação aos góticos?


Helena Bonham Carter e Tim Burton

Se nos referirmos à sociedade como um todo, pode-se dizer apenas que é lamentável assistir à capacidade das pessoas em criticar algo que elas sequer conhecem. A discriminação e o preconceito são praticamente palpáveis. Entretanto, a admiração e o verdadeiro respeito também podem ser vistos e sentidos, mesmo que em uma muito menor escala.
Infâmias, humilhações e estereótipos existem, sim, mas a segurança e a autoconfiança devem ser inabaláveis para que não se curvem diante dos muitos insultos que certamente virão.

• Como a família e as pessoas mais próximas costumam lidar com essa escolha?

Como a descoberta e respectiva identificação com a cultura gótica costumam acontecer durante o período naturalmente conturbado que é a adolescência, é normal que a reação dos pais e antigos amigos não seja das melhores.
Entretanto, nada mais compreensível: por terem acompanhado seus filhos em cada etapa da infância, é de se esperar que os pais sejam os primeiros a lançar mão de comentários desagradáveis sem nem mesmo preocupar-se em disfarçá-los. Mas, assim como a família, acredita-se que boa parte dos amigos consiga assimilar as mudanças que virão com o passar do tempo.

• Os góticos têm alguma tribo rival?

Tecnicamente, não. Embora atualmente exista certa tensão em relação aos recém-criados emos, os góticos têm como uma de suas principais características a tolerância, o respeito e a não-violência.
O fato é que os primeiros góticos surgiram há cerca de 25 anos a mais do que os emos, que vivem hoje a sua primeira e já decadente geração. Em sua maioria adolescentes vestidos de preto e exagaradamente influenciados pelo sentimentalismo pessimista, os emos passaram a ser confundidos com os góticos - que, em meio à febre deste novo modismo, passaram a ser pejorativamente chamados de emos.
Se não há conflito, há ainda menos aproximação. Embora a sociedade pareça sentir prazer em alimentar a antipatia entre os dois grupos, é verdade que os góticos costumam considerar os emos como cópias mal e porcamente forjadas de seus hábitos e idéias.

Quanto a punks e, principalmente, skinheads, não é necessário dizer que não existe uma rixa, mas sim um absurdo caso de discriminação que transforma não apenas góticos - como também homossexuais, estrangeiros e negros - em vítimas de agressões físicas e morais.

• Em que consiste a música gótica?

A música gótica tende a reunir instrumentos sinfônicos ao ritmo profano das mais agressivas vertentes do metal. Inclusive, o gothic metal utiliza-se tanto de sopranos (femininos) agudos quanto de vocais sombrios e guturais que inspiram violência à perfeita união das músicas clássica, sacra e erudita com o metal, o doom e o punk rock.
As letras, pesadas e impregnadas pelo sentimentalismo mórbido e ultra-romântico, podem referir-se tanto às percepções do compositor quanto à sociedade ou tratar de temas épicos, míticos e religiosos.

• Quais são os principais nomes da música gótica atual?


Type O' Negative

Além das clássicas e pioneiras The Cure e The Sisters of Mercy, nos últimos anos nomes como Lacrimosa, Tristania, Type O' Negative, Theatres Des Vampires, Nightwish, Epica e Era ganharam grande prestígio entre o público gótico; e, embora não se dirija exclusivamente a este tipo de público, a norte-americana Evanescence é um dos maiores ícones.
Existem também outras menos conhecidas - mas não menos importantes ou apreciadas - como Within Temptation, Lacuna Coil, My Dying Bride, Lacrimas Profundere, Blackmore's Night e Mortal Love.

• Quais são os principais expoentes da cultura gótica?


Evanescence

Os alicerces são poetas tradicionais, como o inglês Lord Byron; Álvares de Azevedo, principal autor do ultra-romântismo brasileiro no século XIX; e Edgar Allan Poe, célebre figura do terror norte-americano. Mas outras grandes inspirações da atualidade são o cineasta Tim Burton, que encanta com a estética sombria e adoravelmente bizarra de suas produções; e os escritores Anne Rice, autora de crônicas sobre vampiros e anjos, e Stephen King, mestre do suspense moderno.

Mesmo que de maneira relativamente hipérbole, a vocalista, pianista e principal compositora do Evanescence, a também norte-americana Amy Lee tornou-se um dos principais ícones para góticos de todo o mundo após o estrondoso sucesso de sua banda. Ainda no cenário musical, temos a figura pessoal de Tilo Wolff - fundador da alemã Lacrimosa.

Drácula, de Bram Stocker, e Nosferatu, baseado em Drácula e dirigido por F. W. Murnau, são duas criações clássicas que também inspiram a aparência de muitos góticos. Quanto ao teatro, os grandes nomes são de obras como O Fantasma da Ópera, de Gaston Leroux; Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, de Christopher Bond; e Hamlet, de William Shakespeare.
.
Colaboradores
Letícia de Paula e Diorgenes Calumby elaboraram as perguntas

29 comentários:

  1. esse site foi de estrema importancia para mim e foi muito util na minha pesquisa...pois é um site completo e com informações precisas!
    muito obrigado

    ResponderExcluir
  2. MTO OBG TBM PQ ME AJUDOU EM MEU TRABALHO DE ETICA...

    ResponderExcluir
  3. kara muito show ese site e o primairo qi nao diz coisas ruins dos emos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ei meu filho "principais-duvidas-sobre-cultura-gotica.html" gótico !

      Excluir
  4. Esse blog foi muito importante pra que eu pudesse provar pras pessoas ao meu redor que ser gótico, não apenas externar o que se sente com as roupas e que isso não interfere nada no caráter. Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  5. demais mesmo,muito interessante,mostrou exartamente á vida de um gótico hj em dia,
    como funciona e seus gostos.ameei.

    ResponderExcluir
  6. adorei e muito massa. e isso ai mostrar quen somos.pessoas normais so con pensamentos deferentes

    ResponderExcluir
  7. Adorei ta mostrando quem a gente realmente é .

    ResponderExcluir
  8. min enteressei muito pele cultura e pretendo seguila sepre gostei e agora que eu pude entender melhor fica facil de começar a mudar

    ResponderExcluir
  9. abril mais minha mente. boa.

    ResponderExcluir
  10. adorei!!!acho que essa cultura mesmo tendo um esteriotipo de sombrios eles sao uma tribo como qualque outra e vive de forma normal.

    ResponderExcluir
  11. amei de paixão tudo oque li aqui! você esta de parabens!

    gótico que sou, concordo com tudo o que escrevestes sobre nossa cultura fascinante!

    ResponderExcluir
  12. Amei! Ótimo conteúdo com informações muito precisas e bem esclarecidas!

    ResponderExcluir
  13. Adorei tudo o que eu li aqui ...
    é muito importante encontrar um blog que mostre pro mundo essa cultura tão maravilhosa e interessante . Ser gótico vem da alma , é algo impossível de explicar que geralmente as pessoas não entendem e não conhecem e acabam julgando .

    ResponderExcluir
  14. Adorei tudo o que você escreveu facinante e muito exclarecedor pra quem quer se tornar gótico.

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito,só não concordei por que em bora você lembro do 'The Cure e The Sisters of Mercy',se falo que em si a musica gótica é voltada pro metal,com vocais femininos e tal,sendo que o gótico começo com 'DarkWave' e o 'Pós-Punk'.Mas de resto eu gostei. Parabéns pela postagem :3

    ResponderExcluir
  16. Adorei cada palavra,
    O jeito com que se expressa sobre maravilhas da cultura e ideologia gotica traz aos leigos e aos mais sábios o glorioso gosto pelo saber,
    Conhecer sobre a nossa cultura (digo isso pois sou gotica)devia ser uma verdadeira honra todos que gostam de aprender,

    E todas as suas palavras fazem com que as pessoas queiram conhecer e se aprofundar sempre mais no nosso mundo,
    Muito obrigada

    Quero ressaltar a todos os leitores que GÓTICOS NÃO TOMAM SANGUE!!

    Obrigada mais uma vez,

    Lady Lilith

    ResponderExcluir
  17. Acho o estilo e a cultura fascinantes! Gostaria muito de me aproximar deles. Mas bem, posso ter um estilo gótico sem necessariamente ouvir tais bandas, ser mais eclética?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Marjana Silva os góticos iria te consederar uma poser, tipo uma pessoa sem personalidade, pelo fato de vc não ouvir as musicas

      Excluir
    3. Marjana Silva os góticos iria te consederar uma poser, tipo uma pessoa sem personalidade, pelo fato de vc não ouvir as musicas

      Excluir
  18. admiro muito os góticos , e gostaria de conhecer pessoas da cultura!

    ResponderExcluir
  19. Muito bom mesmo. Acho que sempre fui gótica,e só descobri agora!

    ResponderExcluir
  20. Muinto legal e esclarecedor para todos aqueles que querem conhecer mais sobre essa cultura fantastica

    ResponderExcluir
  21. MUITO BOM SITE, ME AJUDOU BASTANTE NA MINHA PESQUISA

    ResponderExcluir
  22. Me ajudou muito,estou fzd um trabalho sobre góticos !

    ResponderExcluir
  23. ameiii... nossa ótimo texto é muito importante esclarecer para que não tenha preconceito, e vale ressaltar que gótico não é apenas aquele que se caracteriza !!!

    ResponderExcluir
  24. ameiii... nossa ótimo texto é muito importante esclarecer para que não tenha preconceito, e vale ressaltar que gótico não é apenas aquele que se caracteriza !!!

    ResponderExcluir
  25. Totalmente diabólico essa prática, tudo fora do contexto da Bíblia Sagrada.

    ResponderExcluir